Veja o detalhe acidental que fez de Steven Spielberg um sucesso

Doo dois melhores filmes de cinema, Steven Spielberg Teve momentos únicos durante as gravações de seus filmes. Digamos que haja uma característica simples, não tão extremamente única, que dificilmente algum diretor a possua.

filmes dirigidos por Steven Spielberg
Foto: Portal Cinemama/Reprodução

Tal característica garante a ele eventos de bilheteria que ficou marcado em cada um de nós! Enfim, tenho certeza que você conhece os filmes:

  • “Tubarão” (1975);
  • “Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida” (1981);
  • “Jurassic Park: Parque dos dinossauros” (1993);
  • “Cresça-me se você for capaz” (2002);
  • “Ou terminal” (2004);
  • “O jogador nº 1” (2018);
  • “Amor, amor sublime” (2021).

O diretor é um dos maiores de nossos dias, e o prefeito no mundo cinematográfico sem dúvidas alguma! Já ganhou Oscar, Globo de Ouro e Palma de Ouro, por todas as suas indicações.

Mas qual é o detalhe peculiar por trás de todo esse evento?

Steve revelou, em algumas entrevistas, um ato curioso que está por trás de sua grandes sucessos. Referimo-nos aos vários jantares e espectáculos adaptados, simulados ou mesmo improvisados, que acabarão por fazer parte da digressão final sem terem sido escritos, dirigidos e rodados por Spielberg.

Amarrei a pilha de surpresa quando. Algo saiu totalmente improvisado e inesperado, e, em sua mente, era como se houvesse um estalo e ele dissesse:

“É isso, é isso que falta no jantar!”

Jantares improvisados ​​que você nunca descobriria se não contasse:

1. ‘A perda do soldado Ryan’

Um de seus maiores sucessos que não mencionamos acima, mas que lhe rendeu um Oscar é o filme: “O Resgate do Soldado Ryan”. Não filme, eles são evidentes, pois o instinto natural de Spielberg não pode ser copiado!

Ao dirigir um jantar do Dia D não filmado, ele capturou, realisticamente, levando dois soldados para a Normandia da maneira que ele queria que os atores sentissem e transmitissem ao público.

A sensação de que realmente fomos surpreendidos foi fruto de uma total improvisaçãoà qunem os atores da ceia sabiam que seriam expostos.

Ou resultado? Um dos melhores jantares do filme! E como você se sente, a tensão e o conflito que presenciamos e viveríamos a alegria do pano nas pessoas que estavam atendendo.

Foto: HQ Café/Reprodução

2. ‘Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida’

Outro filme que não podemos imaginar, mas é sobre um jantar improvisado é “Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida”. Uma das jantares de luto entre Indiana Jones O espadachim não passou em decorrência de uma crise de disenteria e muito calor.

Não era para você atirar, não era para ser tão rápido, mas o que uma dor de barriga não faz? Assim nasceu em um jantar clássico onde Indiana saiu ganhando sem muito esforço e com grandes glórias, pois já estava no figurino do personagem.

Foto: Reprodução

Veja outros filmes que você já comeu tão improváveis ​​quanto você é:

3. ‘Tubarão’

A frase “Você vai precisar de um barco maior” em “Tubarão” nunca fez parte do roteiro, mas é a mais conhecida do filme.

Foto: Reprodução

4. ‘Parque Jurássico’

Em “Jurassic Park”, no jantar em que o dinossauro ataca as crianças no carro, os gritos e o susto de dois atores mirins totalmente inesperados.

Como não cabia ao dinossauro passar por cima da capota do carro, então as crianças acusaram que o roubo foi desgovernado e acabaram promovendo um dos melhores jantares de suspense e tensão do filme.

Foto: Reprodução

Graças a todos esses imprevistos e ao instinto de abrir mão do resultado final apresentado ao público por Spielberg, suas produções são grandes sucessos atemporais, pois o tempo passa e as pessoas continuam adorando e comentando seus filmes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *