Veja indicados no PGA e DGA Awards, termômetros do Oscar – 12/01/2023 – Ilustrado

O Sindicato dos Produtores dos Estados Unidos, ou PGA, e o Sindicato dos Diretores dos Estados Unidos, ou DGA, anunciarão suas listas de indicados para seus respectivos prêmios neste quarto (11) e quinto (12) prêmios, respectivamente.

Os dois prêmios são considerados os melhores termômetros para o oscar, dado que os seus votantes coincidem com os que participam no prémio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. No caso da PGA, a premiação do ano passado não só coincidiu com a categoria de Melhor Filme do Oscar no passado indicada como consagrada pelo mesmo filme, “Sem Ritmo do Coração”.

Em 2023, ambos os prêmios indicarão em suas principais categorias os filmes “As Banshees de Inisherin”, “Tár”, “Top Gun: Maverick”, “Tudo em todos os lugares ao mesmo tempo” e “Os Fabelmans”. O Sindicato dos Produtores ainda conta com produções conhecidas como “A Baleia”, vidro cebola e “Avatar: O Caminho da Água”.

A cerimónia de entrega dos prémios DGA Awards decorre a 18 de fevereiro. Já o PGA Awards anuncia os vencedores no dia 25 de fevereiro.

Confirme para seguir a lista de candidatos aos PGA Awards de 2023:

melhor filme

  • “Avatar: O Caminho da Água”
  • “Os Banshees de Inisherin”
  • “Pantera Negra: Wakanda para sempre”
  • “Elvis”
  • “Tudo em todos os lugares ao mesmo tempo”
  • “Os Fabelmans”
  • “Glass Onion: Um misterioso Knives Out”
  • “alcatrão”
  • “Top Gun: Maverick”
  • “A Baleia”

melhor animação

  • “Pinóquio de Guillermo del Toro”
  • “Marcel the Shell com sapatos”
  • “Minions 2: A Origem de Gru”
  • “Boot Puss: Ou Último Desejo”
  • “Rede: Grow Éuma Fera”

Melhor série dramática

  • “Andore”
  • “É melhor chamar o Saul”
  • “Ozarks”
  • “Quebrando”
  • “O Lótus Branco”

Melhor série de comédia

  • Abbott Elementary
  • “Barry”
  • “O Urso”
  • “Hacks”
  • “Apenas assassinatos no edifício”

Melhor minissérie ou série antológica

  • “Dahmer: Um canibal americano”
  • “A Derrota”
  • “Inventando Ana”
  • “Obi wan Kenobi”
  • “Pam e Tommy”

Melhor filme para TV ou streaming

  • “Ilha do Fogo”
  • “Abracadabra 2”
  • “Pinóquio”
  • “O Predador: A Calçada”
  • “Estranho: A história de Al Yankovic”

Melhor produção de não-ficção

  • “30 por 30”
  • “60 minutos”
  • “O Sonho Americano de George Carlin”
  • “Lucy e Desi”
  • “Stanley Tucci: Procurando a Itália”

melhor programa de variedades

  • The Daily Show com Trevor Noah
  • Jimmy Kimmel ao vivo!
  • Semana passada esta noite com John Oliver
  • O Late Show com Stephen Colbert
  • sábado a noite ao vivo

Melhor programa de competição

  • La carrera asombroza
  • Cuidado de Lizzo com as grandes Grrrls
  • RuPaul’s Drag Race All Stars
  • chefe de cozinha
  • A voz

Confira abaixo os indicados para o Prêmio DGA deste ano:

Melhor diretor de longa-metragem

  • Todd Field, por “Tár”
  • Joseph Kosinski, por “Top Gun: Maverick”
  • Daniel Kwan e Daniel Scheinert, por “Tudo em todos os lugares ao mesmo tempo”
  • Martin McDonagh, por “Os Banshees de Inisherin”
  • Steven Spielberg, por “Os Fabelmans”

Melhor diretor de longa data

  • Alice Diop, por “Saint Omer”
  • Audrey Diwan, por “O Acontecimento”
  • John Patton Ford, por “Emily, a Criminosa”
  • Antoneta Alamat Kusijanovic, por “Murina”
  • Charlotte Wells, por “Aftersun”

melhor documentário

  • Michael Dweck e Gregory Kershaw, por “Os Caçadores de Trufas”
  • Pippa Ehrlich e James Reed, por “Professor Dust”
  • David France, por “Bem-vindo à Chechênia”
  • Amanda McBaine e Jesse Moss, por “Estado dos meninos
  • Benjamin Ree, por “O Pintor e o Ladrão”

Melhor diretor de episódio de série dramática

  • Vince Gilligan, por “Waterworks” (“Better Call Saul”)
  • Sam Levinson, por “Stand Still Like the Hummingbird” (“Euphoria”)
  • Jason Bateman, por “A Hard Way To Go” (“Ozark”)
  • Aoife McCardle, por “Esconde-esconde” (“Ruptura”)
  • Ben Stiller, por “The We We Are” (“Ruptura”)

Melhor diretor de episódio de série de comédia

  • Bill Hader, por “710N” (“Barry”)
  • Christopher Storer, por “Review” (“O Urso”)
  • Amy Sherman-Palladino, por “How Do You Get to Carnegie Hall?” (“Wonderful Mrs. Maisel”)
  • Tim Burton, por “Wednesday’s Child is Full of Woe” (“Wandinha”)
  • Mike White, para “BYG” (“The White Lotus”)

Melhor diretor de cinema para televisão ou série limitada

  • Tom Verica, por “Inventando Anna” (“The Devil Wore Anna”)
  • Deborah Chow, por “Obi-Wan Kenobi”
  • Jeremy Podeswa, por “Station Eleven” (“Unbroken Circle”)
  • Helen Shaver, para “Estação Onze” (“Quem está aí?”)
  • Eric Appel, por “Weird: The Al Yankovic Story”

.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *