Quer atualizar a lista de leitura? Então anote o que ler nas férias

Postado em 01/10/2023 06:00 / atualizado em 01/10/2023 06:28

  (crédito: Bazar do tempo)


(crédito: Bazar do tempo)

A pré-venda e a expectativa de produtos culturais não são exclusivas da arrecadação de shows e novas temporadas de séries. Não livros do mundo dois, também há espaço para a ansiedade do que se vê por aí. Para satisfazer a expectativa dos leitores traídos, os Correios prepararam uma lista de títulos lançados recentemente ou em situação de pré-venda que estão na programação das editoras nacionais. Confirme ou que vale a pena ler isso vindo de 2023.

Pureza

Por Garth Greenwell, Still, 224 páginas. R$ 74,90

Porta por Garth Greenwell
Porta por Garth Greenwell
(foto: Ainda)

Pré-vendido e com lançamento previsto para amanhã, Pureza é o segundo livro de Garth Greenwell publicado no Brasil e traça a história de uma professora americana em Sofia, capital da Bulgária, que acaba de romper o relacionamento com um jovem. Especializado em estudos literários LGBTQU, Greenwell também é um dos dois nomes mais promissores da literatura norte-americana contemporânea. O livro foi escrito em Sofia, onde o autor lecionou em salas de aula no American College, a mais antiga instituição educacional americana nos Estados Unidos. O que é seu, publicado em 2019 no Brasil, é considerado por muitos críticos como um romance gay contemporâneo.

ioga

Por Emmanuel Carrère, Alfaguara, 272 páginas. R$ 79,90

Yoga de Emmanuel Carrère
Yoga de Emmanuel Carrère
(foto: Alfaguara)

Carrère é um dos dois autores mais interessantes da literatura francesa contemporânea quando o assunto é autoficção. O 16º livro da autora traça uma história inicialmente planejada para ser um “livro bacana e perspicaz”, mas que acaba se transformando em uma espécie de descida ao inferno. Em 2015, a autora decidiu realizar um retiro de ioga. Deixei meu celular e computador, mas levei uma cesta e uma corrente com a intenção de fazer anotações para o ensaio. Não obstante dois exercícios e meditações, os atentados ao Charlie Hebdo vão abalar Paris e Carrère vai perder um amigo. De volta à cidade, ansiedade, depressão e medo tomarão conta do escritor. O Yoga, pré-vendido em Alfaguara e previsto para fevereiro, é sobre esse misto de busca de equilíbrio na vida que se impôs tragicamente.

Aniquilar

Por Michel Houellebecq, Alfaguara, 480 páginas. R$ 99,90

Aniquilar, de Michel Houellebecq
Aniquilar, de Michel Houellebecq
(foto: Alfaguara)

Uma história familiar, a descoberta de uma doença, uma fusão de franceses em um jogo eleitoral no ano de 2027, personagens que parecem encarnar figuras reais, menos niilismo e mais otimismo, o oitavo romance do francês Michel Houellebecq começa como um thriller político nasceu e termina com uma redenção pouco comum na obra do autor. Paul Raison é um funcionário da administração pública francesa, conselheiro e confidente do ministro das Finanças de um governo que ele nomeia ou de Emmanuel Macron, mas não ou cita diretamente. Enquanto vídeos falsos profundos se tornam virais na internet com a cabeça do ministro sendo decepada por terroristas e atos de terror espalhados aqui e ali, incluindo um massacre de imigrantes, Raison precisa lidar com o papel central de seu chef na re- eleição de um fantoche escolhido pelo presidente em exercício

satisfação

De Nina Bouraoui, Paris of Stories, 160 páginas. R$ 55

Satisfação, de Nina Bouraoui,
Satisfação, de Nina Bouraoui,
(foto: Paris das Histórias)

Publicado originalmente em 2021, o 18º romance da autora francesa que veio ao Brasil com uma narrativa como a primeira pessoa que dá voz a Madame Akli, uma francesa casada com um argelino que adota a Argélia como país na época da descolonização e anos depois de uma guerra de independência que durou quase uma década. É um país tão ferido quanto ao seu próprio caráter que Bouraoui se propõe a dar voz a uma mãe e mulher que questiona os pais que acabaram em apuros. Vencedora de importantes prémios como o Renaudot, ou o Inter e o Femina, a autora é filha de um país argelino e de mãe francesa, nasceu na Grã-Bretanha e assume influências de nomes como Marguerite Duras e Annie Ernaux, vencedora do Prémio Nobel de 2022.

Depois que as luzes se apagam

Por Tadeu Rodrigues, Editora Nos, 128 páginas. R$ 62

Vamos todos ficar bem, de Sérgio Tavares, Dublinense,
Vamos todos ficar bem, de Sérgio Tavares, Dublinense,
(foto: Nós)

O encontro entre um porteiro ex-artista de circo e um menino marca uma narrativa de reflexão sobre respeito e amizade. O menino Estevão tem uma condição que o impede de sair do Edifício Fabuloso, não do trabalho do porteiro que também é ex-palhaço e se dedica a narrar as memórias para o menino. As lembranças da artista acabam inundando o imaginário da criança e a ajudam a realizar viagens imaginárias.

beleza e tristeza

Por Yasunari Kawabata, Estação Liberdade, 282 páginas. R$ 68

Livro Beleza e tristeza, de Yasunari Kawabata
Livro Beleza e tristeza, de Yasunari Kawabata
(foto: Estação Liberdade)

Oki foi a Kyoto assistir aos bailes de passagem de ano, uma tradição, e foi invadido pelas suas próprias memórias. Ela nasceu na cidade de Otoko, com quem teve um relacionamento anos atrás. Na época, a mulher era uma adolescente e Oki, um homem casado e com filhos. Uma menina grávida, mas o bebê morrerá ao nascer. Anos depois, ao receber ou convocar um convite para a cerimônia das badaladas, Otoko traça um plano. É sobre o tempo e seus efeitos nas relações deste romance publicado originalmente em 1964. Metáforas sensoriais, universo feminino, sensualidade e tragédia são ingredientes frequentes na obra de Yasunari Kaeabata, o primeiro autor japonês a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura , em 1968 .

Ó coração que chora e ri

Por Maryse Condé, editora Bazar do Tempo, 184 páginas. R$ 62

Coração que ri e chora, Maryse Condé
Coração que ri e chora, Maryse Condé
(foto: Bazar do tempo)

Vencedor do prêmio Marguerite Yourcenar e publicado originalmente em 1999, o romance é um livro de memórias da própria autora. Maryse nasceu em Point-à-Pitre, em Guadalupe, departamento ultramarino francês localizado no Caribe e fonte de todos os romances da autora. Nesse livro, ela acompanha a pequena Maryse, à infância em família burguesa, ou desabotoar pela independência e autoconfiança em Paris, para descobrir sua própria identidade negra e retornar às suas raízes.

vamos todos ficar bem

Por Sérgio Tavares, Dublinense, 192 páginas. R$ 59,90

Ficaremos todos bem, de Sérgio Tavares, Dublinense, 192 páginas.  R$ 59,90
Ficaremos todos bem, de Sérgio Tavares, Dublinense, 192 páginas. R$ 59,90
(foto: Dublinense)

Vencedor do Prêmio Sesc de Literatura em 2010 com o livro de contos de Cavala, Sérgio Tavares lança agora um romance sobre o encontro entre um empresário que enriqueceu trabalhando para os militares e um ex-guerrilheiro que acabou preso, torturado e exilado. Com uma narrativa que envolve descrições explícitas de jantares homossexuais de sexo, ou romance de Sérgio Tavares sela uma geração que encara a luta pela liberdade como uma busca de vida ou morte.

Cobertura dos Correios do Brasil

Quer ficar por dentro das principais notícias do Brasil e do mundo? seguir ou correio brasileiro nas redes sociais. nós não somos Twitternão Facebooknão Instagramnão TikTok e não YouTube. Me acompanhe!

Boletim de Notícias

Atribuir um boletim informativo a correio brasileiro. Fui informado sobre as principais notícias do dia, não venho a partir de amanhã. Clique aqui.

  • Os livros Beleza e Tristeza, de Yasunari Kawabata, e Seremos Todos Bons, de Sérgio Tavares, exceto algumas instruções de leitura

    Os livros Beleza e Tristeza, de Yasunari Kawabata, e Seremos Todos Bons, de Sérgio Tavares, exceto algumas instruções de leitura
    Foto: Estação Liberdade – Dublinense

  • Michel Houellebecq

    Michel Houellebecq
    Foto: LIONEL BONAVENTURA

  • Ficaremos todos bem, de Sérgio Tavares, Dublinense, 192 páginas.  R$ 59,90

    Ficaremos todos bem, de Sérgio Tavares, Dublinense, 192 páginas. R$ 59,90

    Foto: Dublinense

  • Satisfação, de Nina Bouraoui,

    Satisfação, de Nina Bouraoui,
    Foto: Paris das Histórias

  • Porta por Garth Greenwell

    Porta por Garth Greenwell
    Foto: Ainda

  • Yoga de Emmanuel Carrère

    Yoga de Emmanuel Carrère
    Foto: Alfaguara

  • Vamos todos ficar bem, de Sérgio Tavares, Dublinense,

    Vamos todos ficar bem, de Sérgio Tavares, Dublinense,
    Foto: Nós

  • Aniquilar, de Michel Houellebecq

    Aniquilar, de Michel Houellebecq
    Foto: Alfaguara

  •   Emmanuel Carrere

    Emmanuel Carrere
    Foto: JOEL SAGET

  • Livro Beleza e tristeza, de Yasunari Kawabata

    Livro Beleza e tristeza, de Yasunari Kawabata
    Foto: Estação Liberdade

.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *