Os podcasts de crimes reais viram produções audiovisuais e livros

Amanda Schnaider
2 de agosto de 2022 – 6:00 da Manhã.

Nos últimos anos, as produções que envolvem Histórias de crimes reais têm chamado cada vez mais a atenção do público e das marcas brasileiras. Recentemente, esse gênero ganhou mais força no formato de áudio, após o sucesso do podcast Folha de S. Paulo, Uma mulher da casa abandonadaescrito e apresentado pelo jornalista Chico Felitti.

Segundo dice da Triton, os seis episódios do podcast que conta a história de Margarida Bonetti, mulher da alta sociedade brasileira acusada de manter uma empregada doméstica em condições análogas à escravidão por 20 anos nos Estados Unidos, de onde fugiu sem ser julgados, já são quase sete mil downloads nas principais plataformas de áudio. Os primeiros quatro programas ultrapassarão mil downloads cada.

O Caso Evandro, quarta temporada do podcast Projetos Humanos, ganhou série no Globoplay (crédito: Divulgação/Globoplay)

Atualmente, o mercado brasileiro de podcasts sobre crimes reais está consolidado. além do mais Uma mulher da casa abandonadaou market conta com ou podcasts comoCafé com Crimepor Stefanie Zorub; modo de operaçãode Mabê Bonafé e Carol Moreira; Praia dos Ossospor Branca Vianna; e Projeto Humano, de Ivan Mizanzuk. “Esse estrondo tudo da mesma produção audiovisual e produções melhores, menos sensacionalistas, mais voltadas para o mistério, na reviravolta, no rastreamento dos fatos, com certeza tudo está contribuindo para a popularização desse gênero”, aponta Mabê.

Mabê Bonafé e Carol Moreira lançam o livro Modus Operandi: Guia para Crimes Reais da Intrínseca (crédito: Divulgação/Intrínseca)

Toda essa popularização de conteúdos sobre crimes reais em áudio ganhou desdobramentos em outros formatos de mídia. Por exemplo, ou modo de operação, podcast lançado em janeiro de 2020, acabei virando um livro em junho deste ano. Publicada pela editora Intrínsica, uma obra, intitulada Modus Operandi: Guia do Crime Verdadeirona verdade, não é uma versão do podcast do livro, mas uma espécie de guia próprio para os amantes do gênero.

“Eu queimo ouve ou Modus geralmente ouve porque ele gosta de consumir esse tipo de conteúdo. Nossa ideia seria enriquecer essa experiência, torná-la mais interessante. Por isso é bem diferente do podcast, cada episódio não é podcast, não é livro, não”, explica Mabê, reforçando que para exemplificar os temas levantados no livro, ele cita alguns casos ou ao mesmo tempo os explicação dois caso completo.

Além do livro, no año passado, as meninas do modo de operação já fez uma parceria com a Netflix para lançar o programa Além do Crime, não canal do YouTube da Netflix. Ao todo, são seis episódios baseados em documentários sobre crimes reais da Netflix. Mabê e Carol também vão namorar uma parceria com a Globoplay, em novembro de 2021, e a partir de então farão parte do serviço de streaming da Globo. Segundo Mabê, já era hora de nos interessar em namorar uma parceria com uma plataforma de streaming. “Sentimos que entrando no Globoplay estamos tendo mais oportunidades, mais espaço, que talvez outras plataformas não pudessem nos dar esse momento”, completa.

Teresa Penna, diretora do Globoplay e produtos digitais, explica que o modo de operação Lançado no Globoplay com a marca de ser o maior podcast de true crime do Brasil, com mais de 14 milhões de visualizações em 2021, juntando-se a outros títulos renomados de true crime, como O Caso Evandro. “Entendemos que a narrativa e os recortes particulares desenhados pelas apresentadoras Carol Moreira e Mabê Bonafé, desenhando episódios do gênero toda semana, a exemplo do que outros programas históricos da Globo ainda fazem, têm potencial para estreia ou contato com nossos ouvintes , acrescentando valor à nossa oferta áudio”, salienta.

Fazer áudio à tela

por me dizer O Caso EvandroEsta é uma série da Globoplay que foi baseada na quarta temporada do podcast Projetos Humanos, idealizada pelo professor e escritor curitibano Ivan Mizanzuk. No site do projeto, ele é definido como “um podcast que busca explorar um formato ainda pouco explorado no Brasil, ou storytelling, popularmente utilizado em podcasts nos Estados Unidos, como Radiolab, esta vida americana e Serial. Assim foi encontrado um documentário em formato de áudio e distribuído na internet. Aproxima práticas conhecidas no país como jornalismo narrativo e/ou literário”.

Ivan Mizanzuk é o criador do podcast Human Projects que veiculava na série Globoplay (crédito: Divulgação/Globoplay )

Lançada em junho de 2021, a série do Globoplay teve como proposta contar a história do desaparecimento do menino de seis anos, Evandro Ramos Caetano, ocorrido em abril de 1992, no litoral do Paraná, e a investigação do caso. O diretor da Globoplay e produtos digitais, destaca que a série O Caso Evandro Foi apresentado pela produtora Glaz Entretenimento, juntamente com os dois diretores Aly Muritiba e Michelle Chevrand e o próprio Ivan Mizanzuk. “Tendo em vista que os podcasts de crimes reais fazem sucesso em diversos mercados ao redor do mundo, de imediato liberamos o imenso potencial audiovisual da narrativa para se tornar a primeira adaptação do formato para o audiovisual no país”, destaca.

Segundo Teresa, tanto a pesquisa de imagem tem sido feita pela produtora Glaz Entretenimento quanto a colaboração da RPC, afiliada da Globo, é fundamental para a construção da série. Também disso, reforça que a narrativa cortou dois 36 episódios do podcast para os sete episódios da série, que ainda contava como um episódio extra, foi um dois grandes desafios dois roteiristas Angelo Defanti, Arthur Warren, Ludmila Naves e Tainá Muhringer.

“Estamos constantemente monitorando o comportamento de consumo do público, suas preferências, e true crime é, indiscutivelmente, um gênero com alta demanda. Temos vários projetos de séries desse gênero e estamos sempre abertos a grandes histórias de diversas origens, inclusive podcasts”, enfatiza o diretor, afirmando que ainda este ano o Globoplay lançará mais duas séries em podcast no formato true crime.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *