Oito filmes, séries e documentários sobre Bitcoin e criptomoedas marcam presença em 2023

Faz pouco tempo que as principais empresas do mercado cinematográfico mundial começam a focar seus trabalhos em grandes produções no mercado cinematográfico. criptomoedas, blockchain, NFT’s e metaverso. Isso deixou um amplo espaço para produções independentes. Escolha para qual estúdio, fato é que não faltam filmes, séries documentais sobre o assunto para ver em 2023.

Neste relatório, destacamos algumas das principais produções, apresentadas cronologicamente por data de lançamento, que ajudarão techies e investidores a desvendar o universo blockchain, tanto para informação quanto para entretenimento. Confira a lista abaixo.

Uma palavra para os iniciantes: para quem ainda não conhece o fundo ou setor de criptomoedas, ou Portal Bitcoin Também produzi alguns vídeos curtos e os disponibilizei para nós. canal não Youtube. São curtas-metragens que explicam o que é Blockchain e para que foi criado o Bitcoin, além de notícias e novidades do universo cripto. Clique aqui para ajudá-los.

‘A Ascensão e Ascensão do Bitcoin’ (2014)

O documentário mostra como ou bitcoin mudanças no cenário financeiro mundial e também aborda o crescimento de principais altcoins — que são as criptomoedas que surgirão após a criação do principal criptoativo do mundo.

O filme de 2014 foi uma das primeiras produções cinematográficas sobre o tema e também enfoca o mistério em satoshi nakamoto – uma pessoa ou organização cuja verdadeira identidade permanece oculta até hoje.

‘Bitcoin: ou fim do dinheiro como conhecemos’ (2015)

Outro documentário, que conta a história de dinheiro pego em criptomoedas, expõe as práticas de dois bancos centrais e outros atores responsáveis ​​por crises financeiras. Ele também apresenta entrevistas com especialistas em blockchain e investidores em criptomoedas – muitos deles fazendo parte de dois dos primeiros a adotar o dinheiro descentralizado.

O documentário (em inglês) está disponível na plataforma Plex — Clique aqui frequentar.

‘Dinheiro Mágico: A Revolução do Bitcoin’ (2017)

Lançada antes da primeira alta violenta do Bitcoin em 2017, a produção pode acabar soando datada, já que foca basicamente no Bitcoin como meio de troca – agora, ele é mais usado como reserva de valor.

Ainda assim, é uma boa introdução aos ativos digitais, mostrando como funcionam as redes blockchain e do que se trata. mineração de criptomoedas.

‘Criptomoeda: Netflix explicado’ (2018)

Na série “Netflix Explained”, há um episódio intitulado “Cryptocurrency”, que oferece um rápido passeio pelos conceitos de blockchain e criptomoeda, mostrando-se como um espaço de aprendizado ideal para iniciantes.

A produção também conta diversas histórias de pessoas que ficaram milionárias em pouco tempo, justamente por terem descoberto o novo cripto mercado antes de todo mundo.

‘Cripto’ (2019)

Protagonizado por Kurt Russell, o longa de suspense é baseado na história real de uma organização criminosa de Nova York que usa obras de arte para lavar dinheiro através do uso de criptomoedas.

O vilão é um jovem banqueiro de Wall Street. Apesar do clichê, em um jantar você enfrentará uma demonstração de como funciona o blockchain, a tecnologia que impulsiona as criptomoedas.

‘Cryptopia: Bitcoin, Blockchains e o futuro da Internet’ (2020)

Este filme independente — ‘Cryptopia: Bitcoin, Blockchains e o futuro da Internet’ — oferece um relato detalhado de dois primórdios da criação do Bitcoin e o crescimento da indústria de criptomoedas como um todo.

A obra acompanha a evolução da indústria de criptomoedas em meados de 2020 e tenta responder questões sobre o futuro desse mercado como alternativa ao dinheiro fiduciário.

Não confie em ninguém: a caçada ao cripto rei’ (2022)

Sob o título português ‘Não Confie em Ninguém: a Caçada ao Rei Cripto’, o documentário centra-se na morte controversa de Gerald Cottenfundador da plataforma canadense de negociação de criptomoedas QuadrigaCX.

Cotten morreu misteriosamente em 2018, na mesma época em que dois investidores da empresa somavam perto de US$ 250 milhões. Além disso, seus fundos ficarão inacessíveis, pois apenas Cotten tem os sinais de todas as cold wallets com criptomoedas do projeto.

‘MADOFF: O Monstro de Wall Street’ (2023)

“Bernie Madoff roubou milhões de dois investidores para acabar com uma existência de luxo e poder. Quando o esquema desmorona, muitas vidas são destruídas.” É com essa sinopse que a Netflix apresenta uma minissérie sobre o polêmico empresário golpista, que estará disponível no Brasil no último dia 4 de janeiro.

Sim, não é uma série documental que trata diretamente de criptomoedas – mas a produção revela como ela surgiu. pirâmide financeira da história, que gerou um prejuízo de US$ 64 bilhões e arruinou de forma chocante em 2008 – deixando como legado a inspiração para muitos golpistas que tentaram repetir o esquema com o uso de criptoativos.

E veja as produções à esquerda do FTX

Depois de produzir vários filmes sobre o universo cripto, Hollywood agora parece mover seu foco para o colapso do FTX, uma corretora de criptomoedas que ruiu não fez no ano passado. Há uma série de obras em andamento sobre o império deixado pelo ex-bilionário Sam Bankman-Fried (SBF).

Um deles deve ser uma adaptação de um livro a ser lançado pelo escritor Michael Lewis, autor de obras como “A Grande Aposta”, ou um livro que tem origem no filme ‘A grande aposta’ (Paramount Pictures, 2015). Segunda informação do site CoingapéLewis passou seis meses acompanhando e entrevistando a SBF em seu presídio, no dia 12 de dezembro – e continua ao lado do empresário agora em janeiro, após sua soltura.

De acordo com o relatório, Lewis está vendendo os direitos de seu livro para produtores e executivos de estúdio. Várias empresas como Apple, Netflix e Amazon Studios manifestaram interesse no projeto.

Eu confio um na Amazon Minissérie baseada no colapso da bolsa FTX Os diretores por trás da franquia Marvel “Vingadores” Joe e Anthony Russo, que produzirão a série de oito episódios por meio de sua produtora ABGO.

A publicação de negócios de tecnologia e mídia da Vice, The Information, também está produzindo um documentário intitulado “SBF and the End of Silicon Valley”, que está programado para ser lançado no segundo trimestre.

Não para por aí: de acordo com o Deadline, Graham Moore, o escritor vencedor do Oscar por “O Jogo da Imitação”, vai escrever e dirigir uma adaptação de uma reportagem da New York Magazine sobre o colapso da FTX. Moore ainda não decidiu se o projeto será um longa-metragem ou uma série de televisão.

Uma verdadeira overdose que mostra que os dramas e delícias do mercado de criptomoedas devem continuar a consumir os tecidos por um bom tempo.

Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, pode tokenizar. Clique aquiinscreva-se no programa Tokenize Your Idea e entre no universo da Web 3.0!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *