Musa da Globo nos anos 80 muda de vida: “Não aguentava mais”

Regina Restelli (na foto), que é conhecida como a “Madona brasileira”, pode ser vista como a vedeta Bete Nigri na reprise de bambolê (1987), não no canal Viva.

Regina Restelli

Por enquanto, a artista deixa para trás os tempos de musa. Regina viveu uma longa vida como duas holofotes, trabalhando como terapeuta e oferecendo consultas online.

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

início de carreira

Regina Restelli - Bambole
MEMÓRIA DO GLOBO

Regina Restelli nasceu em São Paulo (SP), no dia 13 de maio de 1960. Ela, que é atriz, cantora e dançarina, formou-se no Royal Ballet da Inglaterra e na Roselia Higtower Academy na França, além de fazer parte da o corpo de Ballet do Theatro Municipal de São Paulo.

Sua carreira artística começou em 1983, quando atuou no musical A Chorus Line. Ela ainda se destacou entre outros músicos encenados nos camarotes do país.

Estreou na televisão a novela Ti-Ti-Ti, da TV Globo em 1985. No mesmo ano, atuou também na Tele Tema e na novela A Gata Comeu.

Em 1987, a jovem Bete Nigri, do Bambolê, se destacou pela vivência, que atualmente está sendo reprimida no canal Viva. Em seguida vem Rose Aimée, de Barriga de Aluguel (1990), sua obra mais conhecida.

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

madona brasileira

Regina Restelli
ARQUIVO PESSOAL

Foi por causa desse papel, em que uma dançarina de um barco morava em Copacabana, que a atriz ficou conhecida como a Madonna brasileira.

“Eu tinha cabelo e maquiagem que me faziam parecer a Madonna. Li que os coadjuvantes da novela começaram a falar sobre isso”, relembrou ela, em entrevista à revista Época em 2016.

Após o fim da novela, Regina estrelou Pedaço de Perfume de Madonna, de Flávio Marinho, onde interpretou a famosa cantora por três anos.

“Quando fui fazer o Barriga de Aluguel, comentei com o Wolf Maya que ele teve essa ideia de fazer um show em cima da Madonna. Ela estava bombando muito na época, lançou milhares de coisas: filmes, livros, turnês, discos. O Flávio Marinho escreveu um pouco pra mim, mas não era pra ser um cover da Madonna. Fiz a produção e foi um grande sucesso, o boom da minha carreira. Passei três anos viajando, mas, no fim, não aguentei mais. Tinha medo de virar uma matriz de uma única folha”, relembrou.

Apesar de seu sucesso imitando uma cantora americana, Regina decidiu parar como personagem por sentir que as pessoas confundiam a personalidade de Madonna com a dela.

“Eu só me relacionei com ela. Parei a peça por isso. A gente lotou muito. Foi uma maravilha. Mas tinha acabado de ser meu tempo. Dei à luz e seis meses depois comecei a fazer um romance. Ela era casada, era muito complicado. As pessoas falavam em inglês comigo, queriam jogar fora um pedaço de mim. Naquela época, percebi um pouco o que era ser uma ‘megastar’ como a Madonna”, disse ela à Época.

Regina Restelli ainda está na Globo na minissérie Contos de Verão e um episódio do programa Você Decide. Depois, foi para a TV Manchete, onde atuou nas novelas 74,5 – Uma Onda no Ar (1994) e Tocaia Grande (1995).

De volta à Globo, atuou no remake de Irmãos Coragem (1995), em Zorra Total (2004), em A Diarista (2007) e Malhação (2019), seu último trabalho no veículo.

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

Para onde vai Regina Restelli, para Bete Nigri de Bambole?

Regina Restelli
REPRODUÇÃO

Hoje, aos 62 anos, Regina Restelli trabalha como Terapeuta dos Dois Chakras do portal Personare, acreditando ser uma ativista quântica.

Ela foi obrigada a se reconhecer e se dedicar aos assuntos espirituais, o que fez Regina embarcar em outra carreira. Mas ela avisa para você não parar de agir.

“Mesmo sendo atriz, apenas comecei a me dedicar mais às terapias alternativas e a um conhecimento interno que durou muito tempo. Às vezes, quando não estava na caixa, perguntava: o que estou fazendo aqui? Que propósito disso tudo?”, disse o UOL em 6 de abril de 2018.

Ela, que mora no Rio de Janeiro com a filha Luisa, não descarta a possibilidade de fazer trabalhos artísticos.

“Não falo um ‘não’ definitivo por nada. Eu realmente gosto de atuar, cantar e dançar. Se há um convite que passa uma mensagem positiva ao público, porque não?”, questionou.

Questionada se voltaria a encarnar Madonna, ela a deixou no ar:

“Acho meio difícil, porque já passou da hora, né? Mas de repente…”, concluiu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *