M. Night Shyamalan e Toby Kebbell culinária falam

toby kebbellque passou quatro temporadas interpretando o chef Sean em Servo, Ele se distancia rapidamente do personagem quando o assunto são seus gostos culinários peculiares: Não, nunca experimentei fazer sorvete de frutos do mar, nem um doze feito com a placenta da minha esposa. Digamos que não vou seguir o livro de receitas de Sean e não acho que este livro seria um best-seller se existisse.”.

Em entrevista com omelete Antes da estreia da 4ª e última temporada da série, que começou a lançar seus episódios na sexta (13) cabelo AppleTV+ou ater eo criador M.Night Shyamalan vamos separar a importância de dois pratos usados ​​por Sean na Servo. “Não consigo nem explicar completamente por que os jantares culinários funcionam tão bem em nossa série”admite Shyamalan. “Mas como eu sei que a comida se transformou em um tornado ou nós”.

Começou como apenas dois elementos do piloto, algo que vi de Tony [Basgallop, cocriador]que é uma pessoa muito interessada em culinária“, ele diz. “Poucos, não tão longos, esse se tornou o aspecto mais cinematográfico de uma série que nunca saiu de um único palco. Violência, procriação, destruição… tudo está dentro da culinária, e é tudo muito simbólico, quando você relaciona esses atos com a vida e a morte”.

Kebbell admite que se divertiu interpretando as aventuras de Sean na cozinha, e que aprendeu muito sobre a arte de cozinhar em quatro anos – principalmente sob a tutela de Drew Ditomochef que atuou como consultor no conjunto de Servo. “Uma das coisas que me impressiona na culinária é a rapidez. Sempre tenho dificuldade de terminar meus minutos, apresentar o prato… por mais que seja, Drew faz tudo muito rápido, quanto ao prato ainda está quente“, ele conta.

Shyamalan reflete que os banquetes preparados por Sean ainda adicionam um elemento de luxo decadente para série “Essa família, essa casa enorme e linda, dando essas festas extraordinárias… Comida, vinho ou o tempo todo. Estão tentando mostrar que está tudo bem, quando obviamente não está. […] Todos os meus projetos estão prestes a processar uma perda, de certa forma”.

Kebbell estava embaixo ao dizer isso Na encruzilhada desta história, para Sean, são apenas as mentiras que ele conta para manter sua vida viva.”- especificamente, a maneira como ele se recusa a revelar a uma mulher, Dorothy (Lauren Ambrose), aquele ou filho dos dois morreu e o boneco que tem tratado como fose ou recém-nascido é… bom, só um boneco. Ele sentiu uma culpa horrível pelo que aconteceu, e essa culpa o faz mentir cada vez mais. Ele coloca esse escudo entre sua família e o resto do mundo – um escudo de negação da realidade”.

Não tenho certeza se Sean era a melhor pessoa antes de tudo acontecer, mas ele podia ser muito cruel com colegas de profissão”, reflita ou ator. “De alguma forma, aquela tragédia foi fruto de sua atitude, do quão pouco ele se relacionava com as pessoas ao seu redor – deixou sua exausta esposa sozinha com um recém-nascido, apenas para poder ir para Los Angeles se promover. Na vida, nem sempre é tudo sobre você, é importante se preocupar com os outros e como você afeta você”.

Enfrentando as consequências de seus atos, portanto, Sean tenta ser muito gentil ou tempo todo, como se isso fosse ou o suficiente para desligar o que aconteceu”. Kebbell, que mantém um diário onde escreve como seu personagem, acredita que seu amor por Dorothy é mais motivado por gratidão do que por um sentimento romântico: “Foi queimador ou promotor, queimador ou levou de qualquer cozinheiro para um chef de prestígio, que tem restaurante próprio. […] É claro que ele a ama, mas amor não basta – acima de tudo, ela precisa ter certeza dessa falsa vida para provar que é prazeroso para ela fazer”.

Essa ansiedade constante de Sean foi exatamente o que ele atraiu ou matou para Servo – e talvez você veja mais projetos de terror e suspense por aí. “Para mim, o horror tem uma pecinha de realismo que carece de drama”, reflita. “Na vida real, estamos o tempo todo esperando o próximo susto, o próximo momento em que tudo vai dar errado.”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *