Galã do ‘365 Dias’, Simone Susinna vai ao Brasil e planeja reencontrar Anitta: “Ela é uma boa menina” | entrevistas

simone susinnagalã italiano que conquistou corações mundo afora ao participar da franquia 365 dias Assim como Nacho, ele aprendeu algumas palavras em português e pretende usá-las em breve ao desembarcar no Brasil. O ator, que divulga aqui ou seu novo emprego, ou filme Paraíso no Infernoestá ansioso para conhecer os fãs brasileiros.

“Vou lançar o filme Paraíso no Inferno. Será minha primeira vez no Brasil, mas tenho a sensação de que já estive lá antes. Parece que conheço os rostos brasileiros desde sempre. Não vejo a hora de estar aí para conhecer melhor a cultura e a energia desse imenso país”, diz, que já falou em português um “bom dia” e “tudo bem?”.

“Não vejo a hora de comer picanha e feijoada. Isso me deixa alto demais. E caipirinha, que eu amo. No Brasil eu vou comer ou o que eu quiser”, diz ele, com o corpo bem definido.

Simone quer experimentar algumas iguarias do nosso mundo culinário, além de aproveitar o momento para redescobrir anitta. A brasileira conheceu o tor e o protagonista de 365 dias, Michele Morrone, em julho do ano passado. No entanto, dá-nos papo ou papo durante o dia. Simone foi convidada pela cantora para curtir o Carnaval em seu bloco.

Michele Morrone, Anitta e Simone Susinna — Foto: Reprodução Instagram

“Achamos ótimo. A Anitta é um presente. Ela é muito talentosa, tem muita energia e é sempre muito engraçada. A gente se ama! Quero reencontrá-la logo no Brasil”, elogia ele, apontado pela imprensa como um affair. da cantora.

Solteira, Simone detalha o que procura em uma mulher fisicamente e no caráter. “Sou um homem romântico. Sei como tratar uma mulher. O romance é muito importante no relacionamento porque faz com que ela se sinta profundamente. Procuro uma parceira que tenha boa energia. Ela precisa ter a melhor química também. Primeiro eu Me descobri sabendo se aquela pessoa pode ou não ser amante. Quando eu sinto aquela energia, tudo acontece. Claro que bundas lindas me deixam louco”, detalha.

Os brasileiros vão começar a se interessar por você antes mesmo da segunda parte da trilogia, 365 dias: hoje, ser lançado. Qual o impacto na sua carreira de torcer por dois brasileiros?
Eles tiveram um grande impacto, eles me fizeram sentir que meu trabalho ainda é mais difícil para agradar aquelas pessoas que me amam. Todos os dias recebo alguma mensagem de amor deles. Eles são totalmente maus, mas no bom sentido. E eu amo isso.

Você já era conhecido na Itália pela carreira de modelo e por ter participado do reality show A isola Dei Famosa, mas com sua participação temos dois filmes da trilogia, o evento se tornou mundial. Quando você descobre que sua vida mudou completamente?
Para ser honesto, eu estava um pouco preparado para isso porque sabia o evento em que o primeiro filme foi feito. Mas somente quando as pessoas sentem uma luta ou impacto para perceber isso. Dois dias depois do lançamento do filme, saí das ruas e as pessoas começaram a me reconhecer, pedir fotos, conversar comigo. Nessa hora pensei: “Nossa, minha vida agora mudou mesmo!”.

Simone e Michele — Foto: Reprodução Instagram

Você aprendeu algo como Nacho? Talvez sobre sua sensualidade?
Não aprendi nada com ele, mas ele aprendeu comigo (risos). Foi fácil. É uma parte de quem eu sou. Era fácil para as pessoas passarem por essa sensualidade.

Qual foi o maior desafio na interpretação de Nacho?
Eu não falava inglês, não sabia nenhuma palavra. Então, gravar um filme em outro idioma, que não era o meu, foi um grande desafio para mim. Além disso, eu era um modelo. Achei que atuar era algo parecido com o trabalho que já fiz, mas é totalmente diferente.

O Michele disse em entrevista que não foi fácil filmar um jantar em que ou o Massimo ou o Nacho se beijam, já vocês dois riam mucho. Como foi?
Sim, é verdade. Foi um jantar muito complicado porque as pessoas não param de rir, como crianças… Maior que o verdadeiro problema era a Ana (Ana Maria Siekluckainterpretada por Laura, que viveu o triângulo amoroso entre Massimo e Nacho) ficou um pouco com ciúmes dos nossos jovens (risos).

Vocês são bons amigos?
Passamos muito tempo fora do set e fora do set. Nós nos tornamos muito bons amigos. Eu te respeito muito. É uma ótima cara!

Simone Susinna — Foto: Reprodução Instagram

Falando do seu novo trabalho, Paraíso no Inferno. Eu sei que você não pode dar spoilers, mas o que você pode dizer para o pessoal de Max?
Você pode esperar muito sexo! (risos). Muito mais do que eu 365 dias. É uma história de amor, com muita paixão e química entre os personagens. Lamento que as pessoas tenham feito um filme excelente. A energia não definida era linda. Foi mágico.

Eu li que é sobre um homem que se apaixona por mãe e filha. Você já foi apaziguado por duas pessoas tão próximas?
Eles são muito próximos! Nunca passei por uma situação parecida, mas não posso contar mais sobre isso… Vai para outro filme (risos).

É algo perigoso!
Sim, mas eu gosto de uma vida apimentada. Eu sempre procuro algo que me deixe animada.

Por que você aprende um novo idioma rapidamente, gostaria de trabalhar um dia no Brasil? Talvez em um romance?
Estou aprendendo português porque quero fazer um filme lá. Se você souber de algum trabalho por aí, me avise.Eu sei algumas palavras e como dizer “bom dia” e “tudo bem”.

Sua carreira ainda é muito recente, qual personagem você sonha em interpretar?
James Bond, não o Brasil. Será um sonho! Eu gosto de filmes de ação. Estou estudando para um novo personagem que estará em um filme de ação. Estou treinando. Gosto de cuidar de mim, do meu corpo, da comida. Eu gosto de estar fisicamente e mentalmente saudável.

Simone Susinna — Foto: @yamamayofficial

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *