Formigas invadem Kindle e compram livros sozinhas; história viraliza nas redes

A escritora Mariana Vieira é uma leitora voraz: sua acender, dispositivo da Amazon para leitura de textos, carrega diversas obras literárias acessíveis a um simples clique. Vez ou outra um brasileiro deixou o aparelho descansando na estante para ler um livro físico, mas, da última vez que isso aconteceu, no trimestre de feira (27), teve uma surpresa ao acertar o aparelho. Ou o Kindle era infestado de pequenas formigas que eles vão penetrar na entrada da transportadora e fazer morada lá dentro. E ou pior: para andar pela estrutura interna, você Inserções compram dois livros online. Sozinhos.

Não mostrei a cara que Mariana percebeu que o eletrodoméstico tinha virado um filho de formigas. Ela conta que o aparelho estava sem bateria, mas não carregou devido ao contato dela.

— Fiz a primeira coisa que me veio à cabeça quando percebi que o Kindle não estava carregando: toquei na entrada do carregador. Foi aí que as formigas começaram a atirar. Coloquei a janela e filmei o jantar, não sei o que fazer — diz ela ao roteirista.

Depois que saíram os encaixes, ela deixou o eletrodoméstico carregando a janela e foi trabalhar em outra cômoda da casa. Minutos depois, meu celular recebeu uma notificação da Amazon, site de venda de livros não-Kindle, parabenizando a compra do livro “Robôs e o Império”, do escritor russo Isaac Asimov, conhecido pela ficção científica distópica.

Atordoada, Mariana correu até Janela onde estava o Kindle e viu que o pano mostrava a compra feita.

— As formas vão comprar o livro sozinhas e, ironicamente, uma distopia. Desabei com minha amiga Fabiane Guimarães, que também é escritora, e disse que parecia uma história dela, em que a personagem principal, não o caso, morria no final — Mariana pula.

Divertida com a situação, Fabiane publicou sobre o evento em sua conta no Twitter, ou que fez ou ganharia uma projeção.

tweet viral
Enquanto Mariana colocava o Kindle em uma bacia com arroz cru, na esperança de se livrar das formigas, ela recebeu outro e-mail de confirmação de compra (desta vez, do livro “O anel de Giges: uma fantasia ética”, de Eduardo Giannetti), ou Celular da Fabiane bombava de notificações.

Ciência: Formigas são capazes de ‘combater’ o câncer e podem ajudar no diagnóstico precoce, diz estudo

Internautas comentaram sobre o assunto, sugerindo ideias para o redator se livrar das formigas, desistindo da situação ou compartilhando situações semelhantes em que aparelhos eletrônicos foram invadidos por insetos.

— Mariana é minha melhor amiga e sempre tememos o costume de trocar livros. Lemos muito material físico e e-book. Estou me divertindo muito — disse Fabiane.

A escritora afirmou que não esperava repercussão:

— Não sabia que custaria tanto, quando postei, minha contagem é pequena. Muita gente está passando bilhetinhos, que ele ou aquela Mariana precisavam.

preciso pedir reembolso
Depois de ouvir várias dicas de dois internautas, inclusive colocar os lápis perto do Kindle e usar venenos específicos para formigas, Mariana optou por deixar o aparelho no freezer por alguns minutos, ou que, segundo ela, resolvesse o problema das formigas. . Já as compras foram canceladas pelo escritor. Os dois livros custam R$ 84,81.

— Não foi difícil, tem uma opção que diz que a compra foi feita por engano. Neste caso, o livro é devolvido e dado para receber ou reembolsar. Mas foi um sufoco — conclui Mariana.

A Amazon recomenda que os clientes sigam as instruções do guia do usuário do Kindle para melhor preservar seus dispositivos, inclusive evitando o contato com alimentos. Os clientes também não devem utilizar seus aparelhos próximos a pés ou locais com mofo (caso seu modelo não seja à prova d’água) e não devem deixá-los expostos ao calor ou frio extremos. Os clientes podem cancelar um pedido devido à fraude do eBook em sete dias.

Com tudo resolvido, resta apenas a situação: Mariana aproveitou para contar a história numa crónica publicada num blog que escreve semanalmente, e desativou a opção de “comprar com um clique”, que agiliza a aquisição de livros dentro do store da Amazon, para dificultar uma possível nova compra feita por alguma forma sobrevivente.

Veja também

MÚSICA

“Sincopado Jacinto” será lançado em Caruaru, no dia 12

Charge do Charlie Hebdo volta a satirizar autoridades religiosas do Irã

COBRAR

Charge do Charlie Hebdo volta a satirizar autoridades religiosas do Irã

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *