Disputada na capa da Globo, atriz revela porque sumiu das novelas

Cláudia Abreu ela está submersa na televisão. Ela trabalha em novelas desde 2019, quando reviveu Chayene, de Cheias de Charme (2012), em uma participação no Verão 90. Seu trabalho mais recente foi Desalma (2020/21), da Globoplay.

Claudia Abreu e Malu Mader - Celebridade
Divulgação / Globo

No entanto, ela não se incomoda com a falta de convites, mas Claudia Abreu segue sendo disputada na capa pelos autores e diretores da Globo. Na verdade, o “sumiço” foi uma decisão da própria atriz.

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

Convite para o Mar do Sertão

Mar do Sertão - Isadora Cruz
reprodução

A artista foi convidada para viver com Mãe de Candoca (Isadora Cruz, na foto acima), em Mar do Sertão, atual novela das seis da Globo. Segundo informações de bastidores, a atriz era o sonho de consumo do diretor Allan Fiterman para encarnar Dodoca na obra de Mário Teixeira.

Abreu é conhecido como uma pessoa bastante calma e generosa com nomes em ascensão ou em início de carreira. Assim, uma parceria com a estreante Isadora Cruz parecia promissora.

Mas Claudia, que havia finalizado as gravações da série Desalma para o Globoplay, avisou à direção do canal que não gostaria de ser liberada para uma novela no momento, pois queria um tempo maior de descanso. Ela foi prontamente atendida e substituída por Cyria Coentro.

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

todas as flores

pátria minha
Divulgação

Porém, havia outra produção da emissora que queria ter a atuação da atriz: Todas as Flores, novela da Globoplay.

Na trama de João Emanuel Carneiro, o famoso quase relançou a parceria com o ator Fábio Assunção, com quem atuou em Pátria Minha (1994, foto acima), Celebridade (2003) e vários outros folhetins.

Claudia Abreu foi cogitada para interpretar Judite, personagem que passou pelas mãos de Mariana Nunes. Na trama, a costureira vive um romance sem fim com Humberto, personagem de Fábio, mas vão se separar quando a picareta se envolver com Zoé (Regina Casé).

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

zero a zero

Claudia Abreu e Reynaldo Gianecchini - A Lei do Amor
Reprodução / Globo

Acontece que tanta disputa não terminou em zero a zero. Atriz acabou não namorando nenhuma das produções e deveria estar, no mínimo, mais de um ano afastada de dois folhetins.

A última novela com o papel recorrente da loire foi em A Lei do Amor, em 2016, em que contracenou com Reynaldo Gianecchini (foto acima).

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

Teatro

Claudia Abreu - Geração Brasil
reprodução

Famosa, entretanto, nunca deixou de atuar e se vê se dedicando ao teatro.

Ela está no mapa com o show da Virgínia, não com o teatro da XP Investimentos, não com o Rio de Janeiro. Este é o primeiro monólogo de sua carreira.

Recentemente ela anunciou o fim do casamento com José Henrique Fonseca, com quem passou 25 anos. Em entrevista à Revista Quem, ela revelou que agora serão bons amigos

“A gente passou 25 anos felizes juntos, fazemos sonhos, temos quatro filhos, fazemos produtor, mas a vida é movimento […]. Passei metade dela [vida] Como ele, mas estar vivo é estar aberto a mudanças. Seremos melhores amigas para sempre“, completou vc.

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

Cinema

Cheias de Charme - Cláudia Abreu
Divulgação

Sem cinema, depois de rodar O Silêncio da Chuva em 2021, Abreu pode voltar em breve com um filme originário da novela Cheias de Charme.

Rumores de que um filme derivado da trama das sete estaria próximo de acontecer nos forçam nos últimos tempos e a intérprete da vilã cômica Chayene diz que seria bem animada uma continuação da história de Empreguetes.

“É claro que as pessoas adorariam fazer um filme, quem sabe ao certo. O público sempre pediu, sempre ficar especulando sobre aquela possível virada de Empreguetes, Chayene… aquela novela que foi tão marcante e querida. Gente também morre de saúde, vai demorar que é verdade!”, confidenciou ao GShow.

Recentemente, o público ficou alvoroçado nas redes sociais quando Taís Araújo publicou uma foto em que os protagonistas da trama se reencontram com a diretora Denise Saraceni e a figurinista Gogoia Sampaio. Mais um ansioso que o longa-metragem dos sonhos possa sair do papel.

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

maturidade artística

bonita
Divulgação

As recentes recusas em recorrer aos romances também se explicam porque Claudia Abreu vive uma nova fase na sua vida. Em entrevista com Universo UOLAtriz comentou que cresceu para se dedicar aos próprios projetos.

“Eu temo aquele lugar em Hollywood, que as mulheres mais velhas tenham menos oportunidades, mas será que elas se limitam a Hollywood? Será que ficaram muito numa caixinha? Acho é um pouco também de você se mexer. Terá convites interessantes no cinema, na televisão e no teatro, mas o que quer dizer? Não se trata apenas de aceitar convites, mas de ter sua opinião e dizer ao público o que você quer dizer”, afirmou.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *