Claro TV, Vivo, Sky e DGO serão notificados por carregarem ou sinal da Jovem Pan

As empresas Claro TV, Vivo TV, Sky e DGO – antiga Direct GO – serão notificadas extrajudicialmente pelo Sleeping Giants Brasil para explicar o motivo de serem cobradas ou sinalizadas pela Jovem Pan News. Meu entendimento é que essas operadoras de TV por assinatura também são responsáveis ​​pelo conteúdo que disponibilizam em suas plataformas. Segundo o Ministério Público Federal, há fortes indícios de que o canal fomentou ataques ao Estado Democrático de Direito no último domingo (08) e disseminou fake news nas eleições.

ano NaTelinhao Diretor Jurídico do Sleeping Giants Brasil, Humberto Ribeiro, explicou à ação: “Vamos mover ação extrajudicial contra as operadoras de TV por nome e questão porque, durante a pandemia de Covid-19, vamos incorporar um veículo de comunicação em suas portfólio de canais que distribuem conscientemente desinformação sobre vacinação, tratamentos com eficácia comprovada, uso de máscaras e distanciamento social”.

Além disso, o advogado também explica que a notificação não é intuitiva para entender se é a programação da Jovem Pan News, que virou alvo de um inquérito do MPFconcorda com as diretrizes da Claro TV, Vivo TV, Sky e DGO.

“Ainda queremos saber se as boas práticas de governança dessas empresas mantêm a disponibilização do conteúdo do Jornal Jovem Pan para seus consumidores, mesmo após repetidas e sérias denúncias de que o veículo dissemina desinformação sobre a rigidez do processo eleitoral, ou papel de instituições do Estado, como as Forças Armadas, além de ataques ao STF e ao TSE”, concluiu Humberto Ribeiro.

QUALQUER NaTelinha É urgente que a Samsung também seja notificada, já que a empresa carrega o sinal da Jovem Pan News em modelos de TVs conectadas à internet, como as Smart TVs.

Procurados pela reportagem desde a última segunda feira (09) e questionados sobre a responsabilidade pela transmissão do conteúdo do JP, Claro TV, Vivo TV, Sky e DGO não se posicionarão e não emitirão notas de repúdio em relação ao golpe conspiradores no domingo.

O Sleeping Giants Brasil é uma organização liberal que combate o discurso de ódio e a desinformação na internet. Nas redes sociais, está promovendo a campanha “Desmonetize Pão Jovem”, que provocou a desistência de 24 empresasna altura, a anunciar o Grupo JP.

MPF abre inquérito para investigar Jornal Jovem Pan

O inquérito aberto no MPF do procurador da República Yuri Corrêa da Luz destaca alguns comentários veiculados na Jovem Pan para justificar a ação; conhecê-los:

  • “Comentarista Ana Paula Henkel: “(Não é possível) saber se temos fraude, porque as urnas não são auditadas, não há voto físico. Aquele relatório que eu sempre leio da Polícia Federal [produzido em 2016]Que não é possível auditar satisfatoriamente essa viagem de votação entre urna eletrônica e urna, o software não sabe, ninguém sabe, nem o próprio TSE sabe, o que acontece nessa viagem de votação. Não tenho medo de saber se um hacker entrou. Não tenho medo de como saber se o voto do Jeito que o eleitor digitou na urna vai entrar com o mesmo número no software. (…) Não tenho medo de como auditar, não tenho medo de saber se ou não”.
  • “O comentarista Rodrigo Constantino afirmou que ministros do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal Superior Eleitoral teriam praticado “interferências não legislativas para impedir a não autorização do voto impresso”, e estariam agindo para “manter esta situação de opacidade, rejeitando diversas sugestões de suas próprias Forças Armadas “Sobre os processos democráticos brasileiros”.
  • “O comentarista Rodrigo Constantino, do Joven Pan News, afirmou que o presidente da República eleito para as urnas não seria legítimo, mas sim “resultado de um malabarismo do Supremo Tribunal Federal”, para então chamar de agressões verbais sofridas por membros do aquela Corte, nos Estados Unidos, não no dia anterior, de “legítima” – algo que outro comentarista Cesar Calejon levantou, para indicar expressamente que estava, com essas falsidades, promovendo um “estado de caos”.

Na segunda feira, o Grupo Jovem Pan anunciou a saída de tutinha Seu comando, por coincidência, ocorreu horas antes de o MPF abrir o inquérito para apurar a conduta da emissora nos ataques golpistas de domingo. O executivo Roberto Araújo assumiu o cargo de presidente da Jovem Pan.

.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *