Banda posiciona-se no regresso da RR Soares à hora do nome | televisão

Em meio aos burburinhos que vão circular na mídia a respeito de um possível retorno de RR Soares à hora do nome da Band, a emissora de Johnny Saad resolveu quebrar o silêncio e falar sobre o assunto que continua dando ou o que falar nas redes sociais. Em contato com o portal EM OFFa gráfica da emissora paulista abriu o jogo e revelou se os famosos cultos ao pastor voltarão ou não serão transmitidos na faixa noturna, como aconteceu antes da estreia de “Faustão na Band”.

À época desta quinta feira (12), a Bandeirantes informou que a direção não está trabalhando na possibilidade de exibir novamente a atração religiosa que marca o nome da emissora há duas décadas. Segunda declaração enviadaEste ano, a grade do canal permanecerá exatamente a mesma, sem qualquer alteração que não diga respeito à programação da atração comandada por Fausto Silva.

Além de confirmar a permanência de “Faustão na Band” Na programação, foi apurado que o programa do veterano receberá uma série de novidades, que por sua vez não são reveladas. Mesmo a emissora negando a informação, fontes ligadas ao EM OFF garantem que a direção do canal Johnny Saad ainda não descarta uma possível volta de RR Soares na hora do nome da emissora para cobrir os prejuízos causados ​​por algumas atrações, entre elas o país programa de João Guilherme Silva.

Além do “Faustão na Band”, que desde o início ainda não conseguiu ameaçar a concorrência, gerando mais custos do que lucros, a emissora está tendo que arcar com uma série de despesas inesperadas. Vale lembrar que no ano passado a Band vendeu parte de seu programa matinal para o bispo RR Soares, encerrando com programas e telejornais, justamente para que as contas pudessem datar no azul.

rede 21

Recentemente, a Igreja Universal do Reino de Deus, após uma verdadeira guerra em nossas cortes, rompeu o vínculo que tem com a Rede21, canal pertencente ao Grupo bandeirantes, e deixou transmitir os cultos realizados pelo Bispo Edir Macedo. Assim, o canal do grupo acabou amargando uma série de preconceitos, tendo em vista que deixou de receber valores expressivos que eram pagos pela Igreja.

Por meio de um comunicado, a Universal detalhou a decisão: “A Igreja Universal do Reino de Deus informa que deixará de transmitir sua programação na Rede 21 a partir da meia-noite deste sábado, dia 10 de dezembro. O motivo da interrupção é o descumprimento de obrigações contratuais por parte da Rede 21. Há alguns meses, a Universal notificou a Rede 21 por não investir na capacidade e expansão da transmissão do canal conforme determinado em contrato; por usar o contrato da Universal para obter um empréstimo sem o consentimento da mesma; por usar (também sem consentimento) o espaço pago do programa Universal para promover o programa Rede Bandeirantes — entre outras discrepâncias”.

“A Universal também está acionando judicialmente a revisão do valor do contrato — que supera em muito os valores atuais praticados pelo mercado para locação de horário de TV, considerando sua área de transmissão —, entre outros pedidos que constam da ação . Esclarecemos que ao longo do contrato (mais de 9 anos), inclusive durante o processo judicial, a Universal pagou a Rede 21 sempre no dia, sem efetuar um único pagamento. Esperamos e confiamos nesse processo que continua em curso na Justiça. Na área antes atendida pela Rede 21 (São Paulo e Grande São Paulo), a programação da Universal ainda pode ser atendida pelos canais 10.1 (Rede Brasil), 16.1 (CBI) e 27.1 (CNT), além de outros horários na RecordTV, RedeTV e Gazeta”concluiu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *