Após briga com diretor, vilão de Mar do Sertão abandonou a novela

Destaque-se como José Leôncio na primeira fase do Pantanal, Renato Góes voltou-se para a TV através de Mar do Sertão, atual novela das seis emissoras. Mas, em 2018, exausto após emendar duas produções, desistiu de uma trama às 19h.

Renato Goes

Natural do Recife, Renato partiu para o Rio de Janeiro após marcar presença no jantar cultural de seu estado. Em 2006, houve flashbacks de Pé na Jaca como Lance, atualmente defendido por Marcos Pasquim. O primeiro papel no início de um trabalho fica por conta de Água na Boca (2008), da Band.

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

A volta à Globo foi como Gustavo, de Cama de Gato (2009), na juventude. O cara foi entregue a Marcos Palmeira na fase final do folhetim de Duca Rachid e Thelma Guedes – assim como Zé Leôncio de Pantanal. Com Duca e Thelma, aliás, fez Cordel Encantado (2011) e Joya Rara (2013).

Os Dias Eram Assim

Em 2016, Góes voltou a participar apenas da primeira fase de um folhetim. Nenhum caso, como o Santo de Velho Chico, após o qual rumou para o saudável Domingos Montagner. O sucesso alcançado nesse papel determinou sua escala para Renato, protagonista de Os Dias Eram Assim (2017).

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

Desentendimento com o diretor

Após a conclusão dos trabalhos da supersérie, Renato Góes foi convocado para Deus Salve o Rei, primeiro título de Daniel Adjafre como autor principal. Coube ao ator ou príncipe Afonso, que abdica do trono de Montemor e se compromete com a princesa Catarina (Bruna Marquezine) para se juntar à plebeia Amália (Marina Ruy Barbosa).

Notícias da época apontavam que, mesmo que as gravações não começassem, Renato seria o personagem do diretor artístico Fabrício Mamberti. O suposto comentário tumultuado nos bastidores… Disse que estava cansado e deixou o jantar, deixando Afonso por Rômulo Estrela, anteriormente indicado para Tiago (Vinícius Reed), irmão de Amália.

A Globo minimizou o ocorrido com um comunicado, afirmando que a decisão foi tomada de comum acordo.

“A decisão segue a estratégia de dimensionamento da emissora, que busca evitar que um ator troque dois papéis de protagonista, preservar sua imagem, possibilitar a reciclagem e garantir melhores condições para que todos possam preparar dois personagens”, contou o canal.

CONTINUAR APÓS A PUBLICIDADE

Ator confirmado brigada

Orfãos da Terra

Meses depois, Renato Góes confirmou o atributo em entrevista ao portal Notícias da TV:

“Sou só brigada, não trabalho duas vezes na vida. Dificilmente vou estour. Houve um desentendimento no jantar. Ele (ou o diretor Fabrício Mamberti) sentiu que estava cansado. Em outra conversa, decidimos que era melhor me confortar, me preservar”, garante, em matéria de 5 de dezembro de 2017.

“Teve mucho da (intervenção) da casa, ou assim seria melhor para eles (Globo). E ele já tem outra novela planejada para ser emendada, e não conseguiria fazer outra trama em sequência. Deram está seguro porque era importante estar em outro romance. É a terceira vez que isso acontece comigo, que estou em um produto, começo a taxar e passa para outro. Todas as vezes acabei sendo muito bom para mim”, completou.

A obra destacada por Renato Góes foi Órfãos da Terra, prevista para 2018, como supersérie, e alocada às 18 horas no ano seguinte. Nenhum envolvimento de Duca Rachid e Thelma Guedes, ou a vida de Jamil, um sírio talentoso do xeque Aziz (Herson Capri), que acaba envolvido em um plano de vingança deste posto lhe trouxe.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *