7 livros para usar na redação do ENEM

Chamado de Repertório Sociocultural, a referência a filmes, livros e séries são dois dos elementos mais importantes de uma redação, usados ​​para embasar uma argumentação ou iniciar uma tese a ser defendida ao longo do texto. Sendo assim, para fugir de dois clássicos que muitas vezes parecem desinteressantes, como todos aqueles livros com centenas de páginas sobre teorias, aqui vai uma lista de livros bem conhecidos que formam uma excelente base para a escrita e para a vida.

1 – Capitaes da Areia – Jorge Amado

O livro de Jorge Amado é, sem dúvida, uma das melhores recomendações a serem consideradas, pois é uma obra realista sobre a vida de crianças abandonadas na região de Salvador. A narrativa conta como eles sobrevivem sem o apoio de dois países, em uma sociedade extremamente excludente e ameaçadora. O romance retrata temas como desigualdade social, pobreza, medo, redundância, luto, homofobia e, principalmente, descaso do Estado com os pobres.

Indicação: 16 anos.

2 – Jogos Vorazes – Suzanne Collins

Os jogos Voracious possuem uma narrativa incessante, capaz de atirar ou atirar, para retratar um futuro pós-apocalíptico em que a sociedade é comandada por mãos de ferro pelo Presidente Snow, grande antagonista da série. Numa sociedade dividida entre Distritos e Capital, questões como desigualdade, exploração do trabalho, pobreza e revolta popular são levantadas, uma vez que representam uma mudança exigida pela população que sofre com constantes e humilhantes jogos de massacre. A protagonista Katniss Everdeen é um símbolo do luto popular dos 12 Distritos, que buscam acabar com os Jogos Vorazes, evento anual em que crianças e adolescentes são obrigados a lutar até a morte.

Indicação: 14 – 16 anos.

3 – Por Lugares Incríveis – Jennifer Niven

Um dos melhores livros para jovens já escritos, Por Lugares Incríveis trata de temas delicados na sociedade, como depressão, bipolaridade, bullying, luto e, principalmente, suicídio. O romance se divide entre as visões de dois protagonistas – Violet Markey e Theodore Finch -, ambos adolescentes que têm muito em comum e que percebem que sim durante o romance. O clímax do livro gira em torno da morte de Eleanor, irmã de Violet, um trágico acidente de carro, que causa depressão e pensamentos suicidas na protagonista. Em um momento delicado de sua vida, prestes a derrubar uma torre, Violet conhece Finch e descobre seu amor, confiança e todos os Lugares Incríveis de Indiana. No entanto, Finch sofre de bipolaridade e, infelizmente, teme uma crise em que se suicida. O luto e os desdobramentos de sua morte são projetados em Violet, que busca lidar da melhor forma com a morte de duas pessoas importantes em sua vida.

Indicação: 16 anos.

4 – Fahrenheit 451 – Ray Bradbury

Num futuro distópico, Guy Montag é um bombeiro cujo papel é queimar livros, isso porque vive numa sociedade que rejeita o combate ou o pensamento crítico e autónomo. Controlado por um governo autoritário, o futuro de Montag apresenta o controle estatal sobre tudo, além de reprimir fortemente aqueles que podem pensar por si mesmos ou possuir livros em casa – o inimigo número 1 do governo de Montag. Assim, a protagonista conhece Clarisse, uma garota que pode responder por seu trabalho e tudo ao seu redor. Guy percebe que precisa agir quando Clarisse desaparece, e sua principal suspeita de ser sequestrada é o atual governo. O romance trata de questões como o controle estatal sobre a mídia, o consumo e as ideologias, além da importância da cultura e de dois livros.

Indicação: 14 anos.

5 – As Vantagens de Ser Invisível – Stephen Chbosky

O livro de Stephen Chbosky trata de temas como bullying, amor, amizade, homofobia, luto e abuso sexual. Charlie, protagonista da série, é tímido e tem um constante sentimento de não pertencimento, é raro e não tem muitos amigos, além de sofrer crises após ou suicídio de seu melhor amigo. Portanto, ele conhece Sam e Patrick, que mudaram completamente suas vidas, eles não descobrem seu amor e amizade, eles os ajudarão a resolver seus problemas pessoais. O clímax da narrativa ocorre no final do livro, quando Charlie percebe que sua falecida tia, figura constante ao longo da história, carrega consigo algo muito mais profundo e desconcertante: ela foi vítima de todos os abusos e violências sofridas por Charlie, que ainda era uma criança. .

Indicação: 16 anos.

6 – Torto Arado – Itamar Vieira Júnior

O romance de Itamar Vieira Junior retrata a vida na Fazenda Água Negra, local fictício que simboliza o passado colonial e escravista brasileiro, uma vez que as famílias que vivem nesta fazenda são descendentes de escravos, e os feitores, descendentes de senhores de escravos. A obra ganhou o Prêmio Jabuti em 2020 e é apresentada sob a visão das irmãs Bibiana e Belonísia. A bagunça trata da luta por terras no Brasil, principalmente as de origem quilombola, e expõe, em muitos trechos, a violência instalada nesse meio.

“Torto Arado, mais que o título desta obra, representa um instrumento agrícola arcaico e obsoleto, que simboliza as permanências do passado colonial e as marcas indeléveis e deletérias da escravide, fundadoras da formação da sociedade e do Estado brasileiro, da suas mazelas e desigualdades”.

Indicação: 16 anos.

7 – Quarto de Despejo – Carolina Maria de Jesus

Carolina Maria de Jesus é uma mulher negra, que mora na periferia de São Paulo na década de 50, e conta em seus diários a vida de uma favelada. Diariamente, novos desafios são impostos, mas o trabalho documental não perdeu, em décadas, sua atualidade para retratar a fome, a miséria e o descaso do Estado com a favela e os negros. Autora de frases célebres, como “A fome é professora” e “O Brasil precisa ser direção por uma pessoa que já passou fome”, Carolina é símbolo do luto dos melhores nas favelas de todo o país, além de ser digno de admiração por representar a resistência. O livro trata principalmente de questões como alimentação, inflação e alto custo de vida, os abusos sofridos pelo Estado e sua inércia.

Indicação: 16 anos.

Supervisionado por Yeda Vasconcelos, jornalista do Meon Jovem.


.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *